quinta-feira, 17 de maio de 2012

2003 - Gramado - Roteiro II

Como já escrevemos, nossa primeira viagem a Gramado foi em 1991 e em Setembro de 2003, doze anos depois, fomos novamente, por um caminho nada convencional.
Não lembramos exatamente os dias, mas foi numa segunda ou terça feira, pois em dias úteis os preços dos hotéis e pousadas são mais acessíveis.
Partimos por volta de 11:00 horas pela BR 101 sul, tomando em seguida a 282 até Bom Retiro, onde tomamos a SC 430.
Em Urubicí saboreamos uma deliciosa truta na chapa, acompanhada de uma taça de vinho branco colonial - muito bom. Não exploramos a cidade, pois é nossa velha conhecida, além de minha terra natal.
Em seguida rumamos pela mesma rodovia para São Joaquim, onde tomamos café na praça e pernoitamos.
Nosso Roteiro
Como já colocado acima, não é um roteiro normal - é para quem gosta de descobrir novos lugares.

Divisa SC/RS (clique para Ampliar)

No dia seguinte, passamos em uma auto elétrica para consertar alguma coisa no carro, um Escort 1993, 1.8, potente e "beberrão", e seguimos.
Rio Pelotas



Deixando a "Cidade mais fria do Brasil", seguimos ainda pela SC 430, agora sem pavimentação mas em boas condições de tráfego, chegando ao Rio Pelotas, fronteira com o Rio Grande do Sul, onde a rodovia passa a ter o nome de RS 110.

Praça de Bom Jesus

Fomos apreciando a paisagem, as matas e os rios, até chegarmos a Bom Jesus, "cidade mais fria do Rio Grande do Sul". É uma cidade pequena e aconchegante, típica do interior. Demos uma volta na praça, fizemos algumas fotos (com câmera de filme), visitamos a Igreja Matriz, almoçamos e partimos.
Rodando ainda alguns trechos em estrada de chão, chegamos a Canela por volta de 15:30, depois de ter passado por Jaquirana e São Francisco de Paula, num cenário lindo de um dia típico de primavera.
Seguimos direto para um Hotel, que havíamos visto pela internet, mas não gostamos (piso em carpet) e saímos a procurar outro local. Conseguimos o Hotel/Pousada Alto da Serra, por um preço razoável. Muito bom e aconchegante - bem novo na época, com um café da manhã excelente, acompanhado de pães de queijo "quentinhos", assados na hora.
 No resto da tarde e noite passeamos pelas ruas de Gramado e Canela, olhando a arquitetura, as flores, lojinhas de artesanato, etc...
No dia seguinte, após o café da manhã, visitamos novamente o Parque Caracol, onde descemos a escadaria para chegar aos pés da cascata "Véu de Noiva".
A descida foi uma beleza, mas a volta...

A tarde fomos ao Lago Negro ...
                              ... e ao Mini Mundo.
No final da tarde, por insistência minha, deixamos a cidade, seguindo para Caxias do Sul, para conhecer e pernoitar - furada !!!
Chegamos na cidade sem nenhuma referência de onde ficar ou o que fazer. Demos uma volta na praça e nos hospedamos em um hotel "meia boca", onde nos disseram não ser muito seguro sair à noite. Com isso, ficamos no quarto, onde fizemos um lanche e passamos a noite - uma noite perdida. No dia seguinte, mais uma volta na praça e partimos sem conhecer nada de Caxias.
Seguimos pela BR 116 até Lages, onde almoçamos e procuramos um Hotel Fazenda para pernoitar. Achamos o preço exorbitante para apenas um pernoite e resolvemos seguir para casa.
Foram 970 Km rodados, numa viagem simples, mas muito agradável.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua mensagem ou opinião